SALPICÃO DE VINHAIS - IGP

Tipo

Enchidos

Região

Trás-os-Montes e Alto Douro

Descrição

Enchido tradicional, fumado, à base de carne (lombo e lombinho) de porco de raça bísara, ou do cruzamento desta raça (desde que 50% de sangue Bísaro), cheio em tripa grossa de porco. As carnes, cortadas em cubos, são condimentadas com sal, alho, vinho tinto ou branco da região, colorau doce e/ou picante e louro. Cilíndrico, de forma recta e cor avermelhada escura. Ao corte apresenta cor vermelha viva, de tonalidade não homogénea, e a massa apresenta-se bem ligada. Sabor agradável, muito característico, sensação de sal muito ténue e aroma agradável ligeiramente fumado.

História

Belarmino Afonso, num capítulo intitulado "Pratos de Vinhais" e citando o Padre Martins, faz uma descrição de como se "recebia" em Vinhais descrevendo várias refeições e em todas elas os enchidos de Vinhais estão presentes Muitos dos sabores ainda hoje apreciados são elementos da dieta alimentar tradicional transmontana que, imposta pelas condições climáticas, geográficas e socioeconómicas, era constituída principalmente por castanhas, pão, batata e carne de porco.

Área geográfica de produção

Distritos

BRAGANCAVILA REAL

Forma de utilização / Conselhos de uso

Muito apreciados às refeições, cozidos ou crus. Servem também de aperitivo ou de merenda, preferencialmente em finas fatias, depois de curados, ou assados, enquanto frescos.

Calibre

de 1,00 a 1,00 kg

Apresentação Comercial

Podem apresentar-se inteiros ou em pedaços, desde que pré-embalados na origem, em material próprio para este tipo de género alimentício

Condições de conservação / Durabilidade

são conservadas por processos que evitem a alteração das características (nomeadamente através do recurso ao frio e a processos de embalamento que dificultam a alteração das características do produto).

Disponibilidade ao longo do ano

Jan
Fev
Mar
Abr
Mai
Jun
Jul
Ago
Set
Out
Nov
Dez

Bibliografia/Fonte

Caderno de Especificações

Contactos

ANCSUB - Asssociação Nacional de Suínos de Raça Bísara

CHOURIÇA DE CARNE DE MELGAÇO - IGP

Enchido tradicional curado pelo fumo e pelo frio, confecionado a partir de pedaços pequenos de carnes e gorduras de suínos - da raça Bísara explorados em linha pura ou resultantes dos seus cruzamentos, abatidos com o peso vivo de, no mínimo, 110 kg e com idade mínima de 32 semanas - condimentados com ingredientes naturais. Aspecto exterior pouco rugoso com uma moderada humidade superficial. O aspecto interior é de carne bem ligada com marmoreado irregular de carne e gordura.

SALPICÃO PALITO

Ensacado cilíndrico direito, com cerca de 400g, 25 cm de comprimento e 12 a 15 cm de diâmetro, cor vermelha escura, carne tenra notando-se as infiltrações de gordura, com sabor a vinha de alhos, na qual sobressai o louro e o vinho verde tinto. A tripa natural de porco é fechada numa das extremidades com recurso a fecho tipo sobrescrito, preso com palitos de madeira. Como ingredientes são usados lombo do cachaço, vinho verde tinto da região de Amarante, alho, sal e louro. A carne do lombo do cachaço é colocada em vinha de alhos durante cerca de 12 dias após o que é ensacada. A secagem/fumagem decorre durante 20 dias, pelo menos, sendo usadas lenhas de carvalho e de plátano. Enchido nobre, consome-se cru, cortado em fatias finas, dada a natureza da carne que o constitui: peça única, inteira, de lombo do cachaço. Pode ser consumido ao longo de todo o ano.

ALHEIRA DE MIRANDELA - IGP

Enchido tradicional fumado, cujos principais ingredientes são a carne e a gordura de porco da raça Bísara, em linha pura ou resultante do seu cruzamento com as raças Landrace, Large White, Duroc e Pietrain (desde que 50% de raça Bísara), toda a carne de galinha, excepto vísceras, pão regional de trigo (embebido na calda de cozedura das carnes), azeite de Trás-os-Montes DOP e banha, condimentados com sal, alho seco não geminado e colorau doce e/ou picante. Podem ainda ser usados como ingredientes a carne de animais de caça (pato, perdiz, coelho, lebre ou faisão).

ALHEIRA DE VINHAIS - IGP

Enchido tradicional, fumado, em forma de ferradura, obtido a partir de carne (da cabeça, entremeada, barriga e aparas) de porco de raça bísara ou do seu cruzamento com outras raças (desde que com 50% de sangue bísaro), carne de aves (apenas para a calda) e pão regional de trigo, condimentado com sal, alho, colorau e azeite de Trás-os-Montes DOP, cheio em tripa fina de porco ou vaca. Ao corte a massa apresenta-se homogénea, apercebendo-se, no entanto, as carnes desfiadas. Sabor e aroma a fumado, muito agradável.

© Copyright 2017 ptpt.pt
Developed by Impactwave