FOLAR DE VALPAÇOS - IGP

Tipo

Produtos de padaria, de pastelaria, de confeitaria ou da indústria de bolachas e biscoitos

Região

Trás-os-Montes e Alto Douro

Descrição

O Folar de Valpaços é um produto de panificação recheado com carne de porco gorda e/ou entremeada salgada e seca (não fumada), barriga de porco salgada e seca (não fumada), enchidos de porco fumados (salpicão e linguiça), presunto de porco curado pelo fumo ou de cura natural e/ou pá de porco fumada. Ao corte são perceptíveis pedaços dispersos e irregulares das carnes que compõem o recheio e que visualmente compõem um mosaico colorido em que se distinguem as diferentes cores das mesmas. É cozido em formas individuais.

Particularidades

Massa ligeiramente salgada, gordurosa e com sabor e aroma característicos do azeite utilizado (a fruto fresco e sensação de doce, verde, amargo e picante), sendo possível diferenciar quer os produtos de fumeiro, quer as diferentes carnes que compõem o recheio pelo seu sabor, aroma e textura.

História

A origem do fabrico do folar de Valpaços é desconhecida, mas muito antiga e fácil de entender face à produção de todas as matérias-primas no concelho. O termo folar, muitas vezes associado a presente e/ou dádiva, exprime “o que há de melhor”. O folar era tradicionalmente confeccionado na época da Páscoa onde o Clero recolhia o folar das famílias no Domingo de Páscoa, no denominado “Compasso ou visita Pascal” e era constituído pelos mais finos produtos do que a terra e as gentes produziam. Actualmente, apesar de continuar a ser imprescindível na Páscoa, é presença assídua nas mesas Valpacenses durante todo o ano e indispensável em qualquer festa familiar ou institucional.

Saber fazer

O “saber fazer” dos produtores da região que seguem uma tradição histórica transmitida de geração em geração destaca-se: na escolha e correcto equilíbrio das gorduras adicionadas à farinha; na avaliação do ponto certo e do rendilhado característico da massa após levedar, já que delas dependem, em grande medida, a cor e o gosto finais da massa pão; na preparação e escolha das carnes mas também do equilíbrio entre elas e na espessura e dimensão de cada pedaço; na distribuição das diferentes carnes na massa de pão para que no produto final haja uma distribuição harmoniosa e na forma de enrolar a massa, já depois de recheada.

Área geográfica de produção



Concelhos

VALPAÇOS

Forma de utilização / Conselhos de uso

Podendo constituir, por si só, uma boa refeição, é habitualmente consumido como petisco ou em pequenas refeições intercalares.

Ingredientes

Farinha

Forma

RECTANGULAR

Altura

de 8,00 a 12,00 cm

Largura

de 10,00 a 25,00 cm

Comprimento

de 15,00 a 40,00 cm

Peso

de 500,00g a 2,00kg

Cor Exterior

VARIA ENTRE O AMARELO E O CASTANHO CLARO

Cor Interior

AMARELADA

Consistência

FOFA

Textura Interior

ALVEOLADA

Apresentação Comercial

O "Folar de Valpaços" pode apresentar-se inteiro ou em porções acondicionado das seguintes formas: Quando para venda imediata na unidade de produção: colocado em tabuleiros próprios; Quando expedidos para outros locais de consumo: acondicionado em papel de embrulho ou em saco de papel fechado; em vácuo; congelado/ultra-congelado. Nota: O “Folar de Valpaços” pode ser congelado/ultra-congelado cozido, desde que não tenha sofrido anteriormente um processo de pré-congelação/ultra-congelação.

Condições de conservação / Durabilidade

Em ambiente seco e bem acondicionado dura, pelo menos, uma semana

Disponibilidade ao longo do ano

Jan
Fev
Mar
Abr
Mai
Jun
Jul
Ago
Set
Out
Nov
Dez

Bibliografia/Fonte

Documento Único "Folar de Valpaços" - JO C 384/19 - 18/10/2016; Caderno de Especificações "Folar de Valpaços"; Cooperativa Agrícola de Valpaços, C.R.L.

Produto

PASTEL DE CHAVES - IGP

O «Pastel de Chaves» é um produto de pastelaria constituído por massa finamente folhada, recheada com um preparado à base de carne de vitela picada. Apresenta textura exterior firme e estaladiça contrastando fortemente com a textura do recheio que é espesso, macio, húmido, suculento e fundente. Ao corte vertical, a massa apresenta um conjunto de lâminas muito finas, o que confere ao pastel um aspeto finamente folhado. A porção superior da massa apresenta uma cor amarelo-dourado que contrasta com a porção inferior levemente humedecida e escurecida pelo picado de carne. Numa posição central surge o recheio que apresenta um aspeto heterogéneo, resultante dos diversos ingredientes que o compõem, sendo reconhecíveis pedaços de carne e de cebola.

Produto

CARTUCHOS DE AMÊNDOA DE CERNACHE DO BONJARDIM

Doce composto por um invólucro, em forma de “cartucho” ou cone, de massa fina e estaladiça, com bordos irregulares na extremidade superior sendo o recheio, de doce de ovos com amêndoa, bem visível. Tanto o cartucho como o recheio apresentam cor heterogénea, podendo a do cartucho variar entre o bege e o castanho claro e a do recheio variar entre o amarelo-torrado e o laranja, pigmentado com amêndoa de tonalidades entre o bege e o castanho claro. O cartucho apresenta aroma e sabor característico onde se evidência a manteiga e a amêndoa, complementado pelo recheio onde predominam um aroma e sabor complexos, a ovo, cozido em açúcar, e a amêndoa.

© Copyright 2017 ptpt.pt
Developed by Impactwave